MIDIALAB

Ensino e pesquisa em mídias digitais e educação

  • CONTEÚDO

    O conteúdo deste blog está organizado em seis categorias: TEORIA (resumos, traduções e comentários de textos de outros autores); PRÁTICA (relatos de experiências que eu conheci de outro lugar), MINHA PESQUISA (registro da pesquisa que atualmente desenvolvo na USC com apoio da Fapesp), EXPERIÊNCIA INGLESA (relatos de políticas, pesquisas e experiências no campo da mídia, cultura e educação desenvolvidas naquele país) e NOTÍCIAS. Há também uma categoria com textos em inglês sobre mídia-educação no Brasil.
  • NAVEGUE

  • mais acessados

    • Nenhum

GLOSSÁRIO DO AUDIOVISUAL

Posted by alexandrabujokas em abril 25, 2008

A revista Screen, editada pelo British Film Institute de Londres, mantém um glossário de termos relativos ao audiovisual, que contemplam desde entradas técnicas como, por exemplo, “16 mm”, “HI-8”, “gênero”, “stop-montion”, passando por termos de caráter político, como “censura”, até definições de conotação estética como “brechtiano”. Para quem lê em inglês e não tem familiaridade com a área de cinema e vídeo, trata-se de um atalho confiável na hora de planejar atividades de mídia-educação.

Veja como foi definida a expressão “censura”:

Prática de examinar certos trabalhos com o objetivo de avaliar sua adequação e conveniência para certos grupos de pessoas (geralmente crianças ou adolescentes) e fazer as devidas mudanças para ajustá-los aos padrões legais e morais em vigor no momento. A organização responsável pelo julgamento de filmes e vídeos no Reino Unido é a British Board of Film Classification (originalmente chamados de “censores”); a televisão tem outros reguladores.

Veja como foi definida a palavra “gênero”:

Modo de categorizar diferentes tipos de imagens e textos. Como o termo tem um uso específico nos estudos de filmes, o termo pode soar um pouco desajeitado ou inapropriado quando aplicado a outras formas de mídia, como TV ou vídeo. Por isso, é mais comum falar em formatos televisivos como “gameshow” ou “talkshow”, por exemplo.Gêneros são tipicamente estudados a partir da idéia de narrativa, iconografia, temas e personagens que se aparecem costumeiramente num exemplo qualquer de determinado gênero. Entretanto, é importante ter em mente o papel da audiência quando se estuda gênero. É comumente aceito que a audiência gosta, ao mesmo tempo, da repetição daquilo que é familiar no gênero e de ver alguma coisa nova.

Clique aqui para acessar o glossário

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: